46% dos consumidores preferem comprar online -

46% dos consumidores preferem comprar online

36% das pessoas não abrem mão das lojas físicas

Com o avanço da tecnologia e a facilidade de acesso à internet, não é surpresa que cada vez mais pessoas optem por realizar suas compras online. De acordo com o relatório Tendências do Varejo 2024, realizado pela Opinion Box, 46% dos consumidores preferem comprar pela internet do que nas lojas físicas. Porém, apesar do crescimento do e-commerce, 36% das pessoas não abrem mão de utilizarem também as lojas físicas para realizarem compras. 

São vários os critérios para a preferência das pessoas pelas compras online. De acordo com os dados, eles estão elencados como: preços melhores (63%), conveniência de comprar e receber em casa (53%), mais promoções (51%) e comparar os preços de várias lojas (49%). No entanto, mesmo com diversos benefícios, muitas pessoas desistem de compras na internet influenciadas pelo valor do frete (71%), preços altos (66%), prazo de entrega longo (62%) e atendimento ruim nos canais digitais (36%). 

Do outro lado da moeda, a preferência por compras em lojas físicas tem relação com a experiência do cliente: 66% das pessoas gostam de ver, tocar e experimentar o produto, 65% acham mais vantagem em sair com o produto na hora, e 22% preferem a modalidade por causa do atendimento por uma pessoa real. Porém, as empresas precisam ficar atentas em como esse atendimento está sendo realizado, pois ele é o segundo maior motivo que leva a desistência de compra. Os preços altos (77%) lideram a lista, seguido por experiência ruim no atendimento (64%) e pouca variedade de produtos(46%). 

Vendas em redes sociais 

As redes sociais se tornaram um grande canal de comunicação entre as marcas e os consumidores. Com o uso de plataformas como Instagram, Facebook e Tiktok, as empresas conseguem divulgar seus produtos, interagir com os clientes e vender diretamente seus produtos. De acordo com dados do relatório, as redes sociais possuem notas positivas acima de 50% em relação à experiência de compra dos clientes. 

Outra ferramenta que cada vez se torna mais popular no varejo é o WhatsApp, pois 63% das pessoas utilizam esse canal para se relacionar com as lojas das quais costumam comprar, seja para dúvidas, reclamações ou informações. “O Whatsapp se tornou uma ferramenta indispensável para as empresas que desejam oferecer um atendimento mais ágil e personalizado aos seus clientes. Ele não serve apenas para dúvidas e informações, mas também para realizar vendas e oferecer suporte. A praticidade e a rapidez que ele oferece têm se mostrado cada vez mais eficientes na conquista e fidelização dos consumidores”, comenta Silene Medeiros, CEO da Netmak.



Notícias Relacionadas