Qualidade na organização: o papel essencial da liderança -

Qualidade na organização: o papel essencial da liderança

A qualidade deve ser encarada como um pilar essencial de todas as operações empresariais, englobando não apenas a satisfação dos clientes externos, mas também o atendimento às necessidades e expectativas dos clientes internos, como os colaboradores.

Por Ingo Pelikan

A expressão ‘o peixe apodrece pela cabeça’ é frequentemente utilizada para ressaltar a influência da liderança na gestão empresarial. Nesse contexto, é possível recorrer a essa analogia para destacar a importância dos líderes na disseminação e incorporação da qualidade dentro de uma organização. Mais do que uma simples meta a ser alcançada, a qualidade deve ser vista como um compromisso que permeia todos os aspectos do negócio, desde a alta administração até chegar ao chão de fábrica.

Para iniciar essa jornada de busca pela excelência, é crucial compreender o conceito de qualidade. No ambiente corporativo, isso implica em atender às expectativas dos clientes em termos de eficiência, confiabilidade, segurança e outros critérios relevantes. No entanto, é fundamental entender que isso não se limita apenas a uma vantagem competitiva ou a um mero diferencial de mercado.

A qualidade deve ser encarada como um pilar essencial de todas as operações empresariais, englobando não apenas a satisfação dos clientes externos, mas também o atendimento às necessidades e expectativas dos clientes internos, como os colaboradores. Isso significa investir em um ambiente de trabalho seguro, com oportunidades de desenvolvimento profissional, remuneração justa, reconhecimento e apoio adequado para que realizem suas funções de maneira eficaz.

Ao contar com colaboradores satisfeitos e engajados, isso tende a se refletir positivamente na qualidade do trabalho que realizam e, por consequência, na satisfação dos clientes externos. Nesse sentido, cabe à alta liderança a responsabilidade de estabelecer uma cultura organizacional que valorize a qualidade em todas as suas formas e em todas as áreas da empresa.

Para isso, o primeiro passo é definir uma visão clara de qualidade e integrá-la à estratégia corporativa, garantindo que seja uma prioridade em todos os níveis. É essencial estabelecer padrões elevados em todas as operações, desde produtos e serviços até processos internos. Além disso, é importante fornecer recursos adequados, estimular a responsabilidade, fomentar a melhoria contínua e capacitar os funcionários para garantir que essa visão seja alcançada.

Em suma, a qualidade na organização é mais do que uma meta a ser alcançada; é um compromisso que começa na liderança e permeia todos os níveis da empresa. Os líderes têm o papel essencial de estabelecer uma cultura organizacional que valorize não apenas a satisfação dos clientes externos, mas também o bem-estar e a motivação dos colaboradores internos. Este é o caminho para uma empresa sólida, eficiente e orientada para a excelência em todos os aspectos.

Atualmente, existem diversas ferramentas e metodologias de qualidade disponíveis, algumas vezes rotuladas de ‘sopa de letrinhas’, mas cruciais para orientar as empresas nessa trajetória. O IQA – Instituto da Qualidade Automotiva, por exemplo, oferece cursos direcionados a capacitar líderes a compreenderem e aplicarem essas ferramentas de forma eficaz, adaptando-as às particularidades de seus negócios.

*Ingo Pelikan foi especialista técnico e Diretor-Presidente do Instituto da Qualidade Automotiva entre 2013 e 2020


Notícias Relacionadas